Buscar
  • Rafael Czarnobai

Psicologia Simbólica Junguiana com Carlos Byington


Neste final de semana estive em curso com Carlos Byington psiquiatra (UFRJ-1957), analista junguiano, pós-graduado em Psicologia Analítica no Instituto C.G.Jung de Zurique. Membro fundador da SBPA, Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica e membro analista da International Association for Analythical Psychology.

Criador da Escola de Psicologia Simbólica Junguiana, do conceito de Arquétipo da Alteridade e da Teoria Arquetípica da História.

Pelo fato de a elaboração simbólica somente realizar o seu potencial pleno dentro da posição dialética de alteridade, é de fundamental importância elaborar as fixações da relação homem-mulher na dimensão matriarcal, depois na dimensão patriarcal e, finalmente, na própria dimensão de alteridade. Precisamos compreender, então, que a função estruturante do amor só pode ser profundamente elaborada e vivenciada quando o homem e a mulher se tornam capazes de se conhecer ao exercerem plenamente a posição dialética, que inclui os Arquétipos da Alteridade, da Anima e do Animus. Essa elaboração é inseparável da liberdade, da consideração mútua e dos direitos iguais para o desenvolvimento do homem e da mulher como companheiros no processo de individuação de cada um.


0 visualização

Rafael Czarnobai © 2016